A SITUAÇÃO ECONÔMICA DA MULHER IDOSA: DADOS DE UMA PESQUISA NO RIO GRANDE DO SUL

Franciéli Aline Conte, Johannes Doll, Morghana Iantra Garavello Vasconcelos, Perla da Silva dos Santos

Resumo


A situação das mulheres nas sociedades contemporâneas mudou significativamente durante os últimos 100 anos em relação à participação no mercado de trabalho e consequentemente na situação econômica. Como estas mudanças se refletem na vida das mulheres idosas de hoje? O presente artigo analisa a situação econômica e as fontes de renda de mulheres idosas no Rio Grande do Sul. Trata-se de um estudo transversal, recorte da pesquisa “Propensão ao endividamento de pessoas idosas no Rio Grande do Sul”, realizado junto a idosos de dois programas:  Maturidade Ativa do Serviço Social do Comércio (SESC) do Rio Grande do Sul e Fundação de Assistência Social e Cidadania de Porto Alegre-RS (FASC). No presente recorte foram analisados os dados de 287 mulheres idosas (60 – 74 anos) e muito idosas (75 anos ou mais), com diferentes níveis educacionais e de renda. Como fonte de renda foram indicados principalmente aposentadoria e pensão e ao contrário das mulheres da FASC, um grupo considerável (30,93%) das mulheres do SESC dispõem também de outras fontes de renda. No grupo da FASC, 30% trabalham ainda, enquanto no SESC somente 10%. Os dados mostram uma realidade complexa e diversificada da situação econômica das mulheres idosas, destacando diferenças entre as classes sociais.


Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.22408/reva602021101938-58

Métricas do artigo

Carregando Métricas ...

Metrics powered by PLOS ALM

Apontamentos

  • Não há apontamentos.




Flag Counter

Revista Valore 
ISSN: 2525-9008